domingo, 28 de fevereiro de 2016

A praga do sangue nos olhos.A nova série.Parte I

Resultado de imagem para sangue dos olhos
Nós somos corneteiros.
Não tem problema.Vamos abrir uma nova série.
Somos ameaçados de morte por causa da critica contra os "volantes que sujam os calções de barro'.
Estamos abrindo uma nova série.É uma critica a (parte) da torcida do Grêmio que adora jogador sanguíneo.Que privilegia a porrada e prefere atirar pipoca no virtuoso.
São os torcedores "raçudos" que querem alterar o temperamento  de determinados jogadores de futebol.
Vamos mostrar todos os dias jogadores que sofreriam arremesso de pipocas. (caso jogassem  no Grêmio)
Quem quiser contribuir favor enviar o nome do jogador para corneta.rw@bol.com.br
ADEMIR DA GUIA
Resultado de imagem para ademir da guia

Ah! Este seria alvo de muitas pipocas arremessadas em sua direção.
Craque de bola.Foi o maestro da Academia do Palmeiras.
Seu semblante era o mesmo.Na derrota e na vitória.
Estive no museu do futebol no Pacaembu e vi a importância de Ademir da Guia no Palmeiras.
Se viesse para Grêmio nos anos 60/70 sofreria restrições da turma que  adora o sangue  nos olhos"

20 comentários:

  1. Quantas Libertadores a Academia ganhou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio (Arroio Grande)1 de março de 2016 08:38

      ¨brasileiros entre Robertões e brasileirão
      4 paulistas nos tempos de Pelé
      1 torneio Rio-São Paulo.
      Bom mesmo era o Chamaco Rodrigues.Este tinha raça.Mas conquistou nenhuma faixa.

      Excluir
    2. Pelo jeito o leitor não escalaria o Ademir da Guia no Grêmio, isso significa que o leitor concorda com o blogueiro, por acaso o leitor é associado ao SINPOF?

      Excluir
    3. Estou querendo dizer que, em se falando de libertadores, apenas qualidade não basta.

      Excluir
    4. Adilson Alemão, Sandro Goiano, Herrera, Perea, Moralles, Escalona, enfim, um poço de raça e "jogar a morrir".

      Excluir
    5. Erroooou...., o certo era listar De León, Renato, Dinho, Arce, Rivarola, Danrley.....

      Excluir
  2. Claudio (Arroio Grande)1 de março de 2016 08:27

    Quantas Libertadores o Grêmio ganhou no periodo da Academia?
    Quantas Libertadores o0 flamengo ganhou na epoca da Academia?
    Quantas o Vasco ganhou?
    Quantas o São Paulo ganhou?
    Quantas o Inter ganhou?
    Ah! Por favor

    ResponderExcluir
  3. Glaucio Siva fez uma observação equivocada.Grandes times brasileiros não venceram a Libertadores no periodo da ACADEMIA.O Cruzeiro de tostão e Dirceu Lopes não venceu.O Corinthians de Rivelino.O São Paulo de Gerson e Pedro Rocha não ganhou a Libertadores.O grande time dedo Botafogo de 68/69 não conquistou a Libertadores.Mo periodo compreendido entre 1961 e 1976 nenhum brasileiro venceu a Libertadores.Botar isto no colo da Academia do Palmeiras e de Ademir da Guia é muita forçação de barra.pelo visto o RW atingiu seu objetivo.Mexeu com a turma do "sangue nos olhos"

    ResponderExcluir
  4. A Academia do Palmeiras enfilerou titulos brasileiros e de Robertões.Ademir da Guia não jogaria no Grêmio nos anos 70.Foi uma longa fase da cultura dos brucutus que foi interropida quando Telê Santana dirigiu o Grêmio em 77 quebrando a hegemonia dos SCI.O blog dos corneteiros devem insistir nesta pauta contra os volantes maratonistas, contra os volantes que sujam o calção de barro e contra a turma do pontinho fora.O Grêmio é muito maior que os quebradores de bola que povoaram o clube neste últimos anos.

    ResponderExcluir
  5. O Santos venceu a libertadores duas vezes, no período entre 61 e 76, foi em 62 e 63. Não consta que sujasse o calção de barro, nem que jogasse por empate fora e golinho de cabeça, mas tinha muita atitude em campo. Quem, na época, desse uma porrada no Pelé recebia o troco a altura. Futebol não é MMA, ganha quem jogar mais futebol, só que se no campo tu tiver medo do adversário, tu perde mesmo sendo bom de bola. São duas discussões diferentes. Sempre deve prevalecer o bom jogador em detrimento do ruim, isso deveria ser óbvio. E tem que ter atitude vencedora também (e isso não significa sujar o calção de barro ou dar carrinho em placa de publicidade).

    ResponderExcluir
  6. Olha, o assunto é tão sério que já devíamos ter um blog dedicado aos gremistas que preferem o futebol ao futerugby. O blog corneta do RW ja tem um trabalho hercúleo com a resistência contra a IVI. Gremistas interessados em mudar essa cultura que assola o nosso clube, uní-vos.

    ResponderExcluir
  7. Cada um com seu parâmetro. O meu "espelho" continua sendo o Grêmio de 83. Era um time formado apenas por brucutus? NÃO!
    Mas tinha sangue na testa, literalmente hehehe

    No mais, só pra esclarecer, não sou da turma que prefere porrada em vez de técnica. O que fizeram com Luan (nosso melhor jogador) foi idiotice.

    ResponderExcluir
  8. Muito boa esta discussão proposta pelo RW.Nunca vi o corneteiro dizer que um time não precisa de atitude.O que vejo é que o blog se preocupa com a preferência de parte da torcida em admirar jogadores desprovidos de uma melhor ´técnica.Ora,quando o torcedor vaia o Luan e aplaude o Edinho é sintomático que alguma coisa está errada.Quando o torcedor prefere o Sandro Goiano ao Lucas Leixa é sinal de que estamos no fundo poço.Admiro o trabalho dos corneteiros.Vieram para ficar e provocam polêmica.Se me chamarem faço passeata contra o pontinho fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, de repente interpretei mal a idéia do blogueiro, é só lembrar de faixas como "Pará Eterno" e "Werley Xerifão" pra ter uma idéia da confusão que parte da torcida faz.

      Excluir
  9. Marcos Almeida (Pelotas)1 de março de 2016 18:20

    Grande RW.Graças a turma que gosta dos volantes que sujam os calções de barro é que Felipão colocou Walace na reserva do Felipe Bastos.Teve apoio (sim senhor da torcida!),Prefiro o Kaio ao Edinho.Faça uma campanha contra os cascudos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina quando o torcedor aplaude o Douglas....

      Sobre quando Felipão tirou o Walace, tem outras questões extra campo.

      Excluir
  10. Se o que o time 95 e 96 jogava era futerugbi.....

    ResponderExcluir
  11. O problema é quando, sai as seguintes frases, "sinto saudades do Pará", isso é sintomático, afinal Pará jogou 3 temporadas e eu lembro de 1 gol e duas assistências que resultaram em gols do Barcos, no grenal que tomamos a virada e num jogo contra o Cruzeiro que ele errou o passe, desviou num zagueiro e sobrou pro Barcos, e um gol contra, não marcava bem, agora era brigador isso não se pode negar, mas ninguém tem saudades do Anderson Lima, Alfinete ou Arce, sempre lembram do ruim.

    ResponderExcluir